A filosofia do yoga acredita que a saúde espiritual é ativada por um sistema de chakras(centros nervosos) situados ao longo da coluna vertebral.

Eles possuem uma forma de espiral, que giram no sentido horário e que são capazes de influenciar energeticamente a nossa saúde e as nossas emoções. Em sânscrito, a palavra chakra significa roda ou anel.

Shakti: a parte mais importante do ser humano.

Antes de entendemos sobre o chakras, é preciso conhecer o shakti, a parte mais importante do ser humano. O shakti inclui a mente, o intelecto, as emoções, a energia vital e a noção de si mesmo.

Para atingir a saúde física que está completamente interligada com a saúde mental, os antigos sábios concluíram que devemos ativar os chakras.

Para o yoga, a alma é chamada de purusha shakti e a energia da natureza de prakriti shakti, mas acabou sendo chamada de kundalini pelos antigos praticantes de yoga, uma energia cósmica e divina existente em todas as pessoas.

Ao praticar yoga, é ativado o yoga-agni, também conhecido como o fogo do yoga, que ativa a energia cósmica e divina (kundalini). Quando encoberto, esse fogo se apaga, ou seja, quando estamos motivados pelo orgulho, inveja e sentimentos ruins, mantemos a kundalini em estado latente.

O objetivo é despertada, a kundalini, através dos chakras para que essa energia cósmica e divina ruma ao próprio centro da alma: purusha shakti.

Os 7 principais Chakras.

Existem 11 chakras, ao longo da nossa coluna vertebral que vai do cóccix ao cérebro, dos quais 7 são os mais importantes e 4 são secundários.

Assim como o cérebro controla as células nervosas, os chakras sintonizam o prana, uma energia cósmica que existe em todos os seres vivos, e a transforma em energia espiritual, que se difundem por todo o corpo através dos nadis (canais). Veja foto acima.

1. Chakra Muladhara.

Também conhecido como o Primeiro Chakra está localizado na base do invólucro anatômico, ou seja, entre o ânus e o genital, também é ligado ao cóccix e abre-se para baixo. Vibra no expecto de cor vermelho e representa a ligação do ser humano com o planeta terra, com o mundo material e físico, ou seja, suas necessidades básicas como: alimentar-se, busca por trabalho, auto defesa, etc. Quando adormecido, controla a energia sexual.

2. Chakra Swadhishthana.

O segundo chakra está diretamente relacionado com os Ovários na Mulher e com os testículos do homem. Está localizado de 2 a 3 dedos abaixo do umbigo. Swadhishtana significa “Lugar da Morada do Ser”. Este chakra quando adormecido, influencia os desejos cotidianos. Além disso, é o chakra da troca sexual e da alegria. Detém a energia mais potente do corpo humano. Ligado à sobrevivência, procriação, relacionamentos.

3. Manipuraka.

Manipura significa “Cidade ( pura ) das Jóias ( mani )”, conhecido também como Plexo Solar. Está relacionado aos nível emocional, sede do sentimento do medo e quando ativado induz à calma. No corpo, está localizado na região lombar e corresponde à glândula endócrina pâncreas e ao plexo nervoso epigástrico.

Estão ligadas atividades que em nós se realizam inconsciente ou involuntariamente, como as sensações de prazer e dor. A este centro também se relacionam desejos dirigidos ao próprio bem estar físico e emocional do indivíduo.

4. Anahata.

O quarto chakra está localizado na região do esterno (centro do peito), correspondendo à glândula endócrina Timo e ao plexo nervoso cardíaco e pulmonar. Quando ativado aprimora a compaixão, a espiritualidade e o crescimento.  É também denominado Chakra Cardíaco e está relacionado ao nível afetivo, caracterizando-se pelas noções de relacionamento e simpatia.

5. Vishuddhi.

O quinto chakra está relacionado à diplomacia, dos relacionamentos puros com os outros, e do alegre desapego. É a sede da percepção intelectual e está localizado na região do pescoço e da garganta. As tendências de dominar os outros ou de se sentir dominado pelos outros, os sentimentos de superioridade ou de inferioridade e todos os ciúmes são removidos quando este chakra é nutrido pela Kundalini.

6. Ajna.

Diretamente ligado ao campo psíquico do ser humano, por isto o termo ajña também significa comando e atua sobre todos os elementos, funções e chakras do corpo. Situado entre as sobrancelhas e desenvolve a visão espiritual dando poder total no controle sobre o corpo e suas funções.  Considerado o centro da intuição, da sabedoria e conhecimento, está ligado à glândula pineal.

A prática de yoga pode atuar neste chakra e trazer profundo desenvolvimento da intuição, clarividência e telepatia. Possui vários nomes, tais como 3º olho, jñana chakshu, olhos do conhecimento, triveniguru chakra e olhos de Shiva.

7. Sahasrara.

O Sahasrara é o sétimo e maior de todos os chakras ficando no topo, na aura da cabeça.  Seu nome significa mil pétalas de rosa, na cultura indiana, quando mais pétalas, mais poderes tem os chakras. O Sahasrara é o que mais tem pétalas, logo é o chakra mais importante do organismo. Ele lidera o ser humano a um poder e conhecimento além da compreensão normal. Ele é o grande despertar da consciência, nele que se travam todas as lutas constantes contra o ego e suas manifestações.

Quando em desequilíbrio, pode causar problemas como falta de apetite, desnorteamento, confusão mental, desânimo, depressão e pensamentos suicidas. Quando em equilíbrio, permite alcançar o bem maior, o nirvana pessoal e espiritual.

Ativado por intermédio do conhecimento intuitivo, permite o alcance da liberdade.

Gostou? Compartilhe nosso post e juntos vamos caminhar rumo à evolução.

Namaste.

Deixe uma resposta